19 de fevereiro de 2010

Talvez , inesqueciveis palavras...

A visão do imperfeito novamente se repetia a meus olhos.
Tudo estava sortemente claro , um começo de dia calorento, e nada mais perfeito, tentei desenhar os céus e acreditar no seu desenho inconfundivel e encantador.
Sorte , veio em minha mente , uma palavra tão  , ou talvez parcialmente confusa para a vida de quem não a transcreve a um papel e uma simples caneta qualquer.
"Não Ser" , me veio essa palavra , inconfiavel , incerta e dita de minha não experiencia juvenil.
Saber que nada pudera me impedir , e que tudo fosse acontecer no propriamente dito?
Um forte vendo embaraçou meus cabelos alongados até a cintura, um arrepio tornou a ser repentino , mais uma vez os olhos se embaçaram com a claresa de um sol chamativo e brilhante.E caminhou até meus pés novamente essas palavras.
Estavam me seguindo , não ser? mas o que? , quando? , perguntas me vieram a mente a tornando cada vez mais confusa e raivosa.
Mias uma vez repeti :
-não ser, fiquei horas tentando achar um motivo esplandecedor , que encachasse em minha mente .



Iria muito além do meu pensamento fertil e banal.
Seria minha mesma vida pacata numa cidade pequena , mas uma palavra insistente em mim.
Eu não queria esquecer esta palavra aliás , uma história deslumbrante de meu ser cauteloso.
Chegava a noite aquela palavra , justamente me buscando.
Tentei dormi , li um livro de infancia e finalmente suspirei num sono ,sonhando profundo.




Não ser , a palavra de minha vida questionada !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A melhor coisa da vida é ouvir uma opinião especial a qual vocês me deixam feliz .
Em cada palavra , gesto , vocês fazem sorrisos , alegrias.
Amo você ! Beijos