19 de março de 2010

Tirar você do pensamento,e da minha vida

 Não era o intuido excluir você da minha minha vida.
Mas ao passar do tempo as coisas foram ficando diferentes, apesar de ser uma pessoa ..., não consigo dizer.  (minha garganta travou).
-Ele me fitou com os olhos atravessados.
-Então se é assim.
-Mas não é assim tambem . murmurei
-Mas como não?
-Não sei lhe explicar é dificil , nunca lhe falei algo tão ... tão profundo, é dominante.
-Minha doce. O destino lhe propos esse caminho , siga-o.
-Mas, não quero assim , era pra ser um final feliz, uma despedida feliz , temos que nos conformar.
No entanto não fora a acontecer isso , foi estavelmente tudo ao contrario , como se algo toma-se conta de minha boca , e a fizesse falar coisas que nem ao menos falaria, afinal seria tudo tão simples.
Eu tentei andar aos passos da lua , mas ele me empidiu, segurou-me pelos braços e chamou pelo meu nome.
-Respondi calma , mas por interno era a realidade , estava vastamente brava.
-Encostou seu polegar em meu queixo , e o modelou.
-O que quer , já lhe disse tudo.
-Mas isso não basta .
-Mas como não , você mesmo me disse  , siga seus passos, pois é o que estou tentando fazer.
-Mas teria que ser diferente , algo .........flutuante , algo especial , novo e , só poderia dizer-le a você.
-O que ? , já não entrou em sua cabeça , que preciso ficar longe de você?
-Não , por que ....
-Por que? , preciso ir - falei da boca para fora , sem ao menos pensar antes de agir .
-Ahh,pode ir .
-Termine , é preciso ouvir suas ultimas palavras , alias serão as ultimas que ouvirei saindo de seu alito fresco.
-Não posso.
-Diga-me ou talvez se arrependeras , por querer expor palavras para sua ultima vista a minha face.

Ou talvez não , não pudera me dizer , atualizei meus pensamentos , já se passava da meia noite e eu me encontrava ali , esperando palavras de guardaria no peito , ou numa caixinha , mas a guardaria de coração.
-Então ....
-É , talvez era só isso mesmo , ADEUS.
-Acho que não , era algo mais.
-Esquece.
Já não bastava o tchau , e numa situação fria, lhe mandei um sorriso.
-Não vá balançar as mãos para parecer , um....Até?
-Acho que não , escostou as minha mãos , e me beijou.
Me afastei logo .
-Preciso ir .
-é , parece que agora , precisa ir mesmo.

Não era para ser assim , afinal as chuvas não caem do céu por que as quero !
Foi apenas um sonho;

3 comentários:

Anônimo disse...

Poxaaaaa, que legal ;

Anônimo disse...

Você escreve super bem ...

Anônimo disse...

Nossa , lendo e ouvindo essas musicas , da um clima *---*

Postar um comentário

A melhor coisa da vida é ouvir uma opinião especial a qual vocês me deixam feliz .
Em cada palavra , gesto , vocês fazem sorrisos , alegrias.
Amo você ! Beijos