2 de junho de 2010

Proteção

"Eu estava de costas para a janela da frente e resisti ao impulso de me virar e procurar pelos olhos que podiam sentir sobre mim. Sabia que não conseguiria ver nada. Assim como sabia que não havia possibilidade dele me deixar desprotegida, nem por um segundo . Não depois daquilo"

Eu continuei virada até esperar uma palavra recomposta de uma expressão melancólica. Através de meus pensamentos encobertos.
Ficou nitido em minhas feições que eu pensara algo repentino e misterioso com a indulgência dos desejos laçados.
Ao perfeito longo da janela , um relampago veio seguido de um trovão . Sem razão , tudo pareceu mais claro com a referencia do brilho retrovejado , sendo o qual não me surpreendera muito.
Ele , ele , ele........
Que não me deixava em paz , num certo motivo.
Afinal de contas seu amor por mim era proposital , esclarecedor e em segredo perpétuo

4 comentários:

Vicky D. disse...

Que lindo!!! fiquei até sem palavras ^-^

bjão =^.^=

Jéssica Dominick disse...

Também fiquei sem palavras. vc tem futuro menina! estou seguindo.

Tania Girl disse...

Nossa!!
Amei demais!!
SEgredo perpétuo... aiai.. estou até suspirando..rsrsrs
ficou muito bom!!
Amei.

Tenha um ótimo final de semana.
bjos

Rodolpho Padovani disse...

Nossa, que coisa bonita e profunda.
Adorei...
e obrigado pela visita ao meu blog, te espero lá mais vezes =)

Bjs...

Postar um comentário

A melhor coisa da vida é ouvir uma opinião especial a qual vocês me deixam feliz .
Em cada palavra , gesto , vocês fazem sorrisos , alegrias.
Amo você ! Beijos